consumidor brasileiro

Este ano, 2016, a Edelman Significa lançou o Earned Brand, um levantamento feito em 13 países, incluindo o Brasil, onde foram realizadas 13 mil entrevistas para mensurar a relação entre as pessoas e as marcas. Com a métrica Edelman Brand Relationship Index, que mede o grau de “comprometimento”, “interesse”, “envolvimento”, “dedicação” e “indiferença” dos consumidores, a conclusão foi de que o consumidor brasileiro está entre aqueles que mais se envolvem e se dedicam às marcas. Nossa pontuação foi de 43, em uma escala de 0 a 100, enquanto o índice global gira em torno de 38.

Só estamos atrás da Índia e China quando o assunto é se envolver com as marcas que valorizamos, sendo que 93% dos brasileiros confiam em amigos quando esperam saber mais sobre as marcas e 81% quando pretendem tomar decisões de compra. Por isso, é fundamental que a marca saiba se construir de forma sólida, não apenas investindo em um bom branding, mas valorizando seu cliente, tendo um ótimo atendimento, entrega e relacionamento pós-venda.

Ainda segundo o estudo, 66% dos brasileiros também dizem que não irão comprar se a marca não tiver compromisso social e 75% acham que fazer o bem deveria integrar o DNA da marca. Isso mostra que cada vez mais o consumidor tem se envolvido com causas globais e impactos que algumas marcas podem causar no âmbito social. A tendência é que marcas que conheçam melhor as condições e meios de produção de seus produtos, evitando mão de obra em condições análogas à de escravidão, materiais poluentes ou prejudiciais à saúde de funcionários e/ou clientes e tenham um maior envolvimento com a sociedade, saiam na frente. Aliás, 68% dos brasileiros creem que as marcas podem fazer mais que o governo para solucionar problemas da comunidade.

As mídias sociais também são as que se mostraram mais bem relacionadas com seus consumidores, sendo que 21% de seus clientes são classificados como “comprometidos”. Mas moda, automóveis e marcas que vendem artigos de luxo também têm boas taxas nesse aspecto.

Qual o caminho que essas marcas trilham para fidelizar clientes e o que você pode fazer por sua marca? Os passos abaixo são fundamentais.

 

Atração

Preço: tenha um preço competitivo. Muitas vezes esse é um critério importante para os clientes de aproximarem de sua marca, especialmente se você revende produtos fabricados por terceiros e que, geralmente, também são distribuídos para outros revendedores. O grande diferencial aí será monitorar seus concorrentes e precificar seus produtos de maneira competitiva, para que os clientes escolham comprar com você. Usar ferramentas de precificação automatizada poderá garantir os melhores preços para seu negócio e uma fonte de atração enorme para os consumidores.

Diferenciais: às vezes seu posicionamento será por um preço um pouco acima do praticado pelo mercado mirando em clientes de classes sociais mais altas. O preço deve ser monitorado para você não comprometer sua estratégia, claro, mas aí também vale ter diferenciais importantes em seu site, como itens exclusivos, maior personalização dos produtos e uma atenção maior ao cliente mais exigente.

 

Fidelização

Entrega: cuidados com a entrega são fundamentais para o consumidor ter uma boa experiência de compra. Isso envolve cumprimento de prazos, transporte com cuidado para que os produtos cheguem intactos à residência do cliente e comunicação sobre a entrega. É importante que o cliente saiba que o produto foi entregue, mesmo que outra pessoa dentro de sua casa o tenha recebido.

Pós-venda: caso o cliente precise trocar o produto, é fundamental que ele consiga contatar seu e-commerce sem dificuldade. Por isso, ter canais de atendimento bem preparados é necessário para o cliente se sentir bem atendido e melhorar a relação com sua marca. Marketing personalizado, com ofertas conforme perfil de consumo, também podem ser uma boa ideia, além de mensagens em datas comemorativas e comunicação, de forma geral, com o consumidor já conquistado. Use as redes sociais, tente melhorar a experiência do cliente e promover e comunicar sobre ações que melhorem o dia-a-dia dele e de seu entorno.

Passos básicos como esses ajudam a estruturar melhor sua marca e criar maior envolvimento do consumidor brasileiro com ela. Lembre-se: o cliente já tem uma boa propensão a criar engajamento com as marcas que gosta. Cabe, portanto, você fazer sua parte para atraí-lo, fidelizá-lo e suprir suas expectativas com seu e-commerce.

 


Compartilhe essa postagem

Consumidor brasileiro é um dos mais envolvidos com as marcas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *