métricas no marketplace

A entrada no marketplace representa um importante passo para empresas que desejam aumentar seu alcance e potencializar suas chances de vendas na internet. Por eles é possível aproveitar a relevância de grandes marcas, como Americanas.com, Submarino, Shoptime, Casas Bahia e Pontofrio e expor seus produtos nestes sites.

Assim como no e-commerce, sellers do marketplace precisam acompanhar e entender as métricas que devem ser analisadas nesses canais e como elas podem sinalizar o status da operação – se as ações estão saudáveis ou não.

Mas qual a importância de estabelecer métricas no marketplace?

O estatístico William Edwards Deming tem uma frase importante, que resume a necessidade do acompanhamento de métricas: “Não se gerencia o que não se mede. Não se mede o que não se define. Não se define o que não se entende. Não há sucesso no que não se gerencia”.

Sim, se você não gerencia o desempenho de sua loja virtual no marketplace existem chances reais de você não entender os pontos que devem ser melhorados ou aqueles que têm funcionado. Para isso, é preciso monitorar as informações certas, que realmente irão apresentar dados concretos para a tomada de decisões para seu negócio.

Para facilitar seu trabalho, listamos aqui algumas métricas que podem ser medidas utilizando o portal do marketplace, ferramentas de integração e a Sieve e que serão úteis para a tomada de decisões mais estratégicas. Confira:

Produtos mais vendidos

Com a utilização de ferramentas como a SkyHub é possível entender o comportamento de venda de todos os produtos comercializados no marketplace e saber quais deles têm tido melhor desempenho em cada um dos canais. Esse desempenho pode estar relacionado a vários fatores como:

● Margem: como podem ser desenvolvidas diferentes estratégias de preço em cada canal, é possível entender se você obtém melhores margens nas vendas firmadas, por exemplo, nos canais da Americanas.com ou Submarino.

● Pedidos: não está relacionado a valores (preço e receita) ou margens das vendas e sim ao volume de pedidos recebidos.

Com a utilização do monitoramento de marketplace da Sieve, essa análise pode ficar ainda mais complexa, já que é possível entender, dentre os produtos com maior margem, por exemplo, quais estão ou não na buy box e traçar um paralelo entre essas duas métricas.

Essas informações propiciam que os lojistas tenham uma visão clara de que tipo de estratégia deve ser desenvolvida em cada canal, e são indicadores importantes para a evolução da empresa.

Pedidos por canal

Com ferramentas como a SkyHub também é possível entender em quais lojas você tem recebido mais pedidos. Na simulação abaixo podemos ver que o seller vende melhor na Americanas.com e Submarino que nos demais canais onde anuncia.

13121

 

Produtos que estão na buy box

Com a Sieve é possível identificar quais de seus produtos estão na buy box e, mais do que isso, entender o comportamento de cada um. Por exemplo, daqueles que aparecem na buy box, para quais o seller é o único competidor, ou ainda, dentre os produtos que são vendidos junto à concorrência, quais deles têm o menor ou o maior preço. Esse tipo de análise pode ser identificado em um parâmetro geral ou por canal.

13122

A partir dessas informações será possível desenvolver planos para cada produto, entendendo suas peculiaridades e o comportamento da concorrência.

Você, já faz esse tipo de análise no marketplace? Responda nos comentários!

Se tiver dúvidas ou deseja monitorar o comportamento de seus produtos nos marketplaces, deixe seus dados no formulário abaixo e receba  o contato de um de nossos consultores.


Compartilhe essa postagem

Qual a importância de métricas no marketplace?
Classificado como:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *