posicionamento do produto

Um dos pontos cruciais ao lançar um produto é exatamente a forma como ele será divulgado. E o fabricante precisa se ater ao fato que terá que criar uma estrutura que facilite esse processo ao lojista. Em uma loja virtual, por exemplo, será preciso oferecer um padrão de imagem a ser adotado para a venda do produto, principalmente se houver um conceito por trás do item.

A imagem é um detalhe sensível para a conversão em uma loja virtual. Uma pesquisa conduzida pela da agência americana de marketing digital Synecore, indicou que 40% das pessoas respondem melhor a informações visuais que a textos – e de todas as informações transmitidas ao cérebro, 90% são imagens.

Em uma loja física o cliente pode tocar o produto e experimentar, no caso do online, será preciso convencer o cliente a comprar. Por isso, é preciso utilizar várias fotos que apontem todos os detalhes importantes aos clientes, além de cruzar essas informações com as descrições, o que vai fazer com que o consumidor saiba tudo que importa sobre aquilo que vai comprar.

Existem fabricantes que possuem budget para contratar profissionais especializados para esse tipo de produção. Mas existem outros que preferem realizar isso dentro de casa.

De todo modo, se você pretende trabalhar com um padrão para a comercialização do seu produto, e oferecer aos varejistas um “kit de divulgação” que envolve as fotos do item, deve ser ater a alguns critérios básicos como:

  • Equipamento: é  aconselhável possuir uma câmera básica, de preferência do modelo  DSLR (Digital Single Lens Reflex), que permite configurar a forma como a imagem será captada. Outra sugestão é possuir um tripé, que evita imagens distorcidas ou com ângulos que não sejam simétricos.
  • Alguma noção de fotografia: vale fazer algum curso online ou mesmo buscar referências em canais especializados. Dicas como a utilização de abertura como f8 ou f11, que garantem maior profundidade, dando foco total ao produto. Ou ainda na utilização do zoom digital, que poderá fazer a imagem perder a qualidade. Zoom só se for o óptico.
  • Qualidade: as fotos enviadas para as lojas virtuais não podem ser distorcidas e precisam ser de alta qualidade, o que permitirá que o consumidor possa dar o “zoom” na imagem.
  • Entenda o contexto do produto: você produz produtos ligados à moda? A melhor forma de exibir esse produto é com a utilização de um(a) modelo. Itens de decoração, por exemplo, podem ser exibidos com uma sugestão de onde podem ser inseridos.  
  • Mostre vários ângulos sempre: o cliente precisa ser convencido a comprar o produto. Quanto mais ângulos, mais fácil para ele identificar quais são as características da compra.

 

Qual o tamanho ideal para as imagens?

O ideal é se basear nas principais lojas virtuais do mercado. Elas costumam manter um padrão. Hoje marcas como Americanas.com, Submarino e Shoptime, por exemplo, além de comercializar seus produtos, abrem espaço para que outros lojistas  possam vender utilizando sua estrutura, o chamado marketplace. Para isso elas adotam um padrão de imagem para estes varejistas venderem seus produtos.

Nessas lojas citadas, as imagens devem ter fundo branco. A resolução mínima é de 400 x 400 px, mas se quiser oferecer zoom ao cliente a resolução deve ser de 1000 por 1000 px. As imagens não podem conter textos, ou acessórios não inclusos ligados ao produto e nem marca d’água ou logo.

 

Como monitorar se as imagens utilizadas pelas lojas virtuais correspondem ao posicionamento do produto?

A Sieve oferece uma solução que permite identificar a imagem que está sendo utilizada por cada loja virtual que vende o produto. Com isso, as indústrias podem monitorar o posicionamento de seus produtos no mercado. Clique aqui e saiba como gerenciar o branding de seus produtos.


Compartilhe essa postagem

Como tirar uma boa foto que fortaleça o posicionamento do produto no mercado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *