trabalhar o preço

O preço exerce grande influência na hora dos marketplaces selecionarem a oferta que ficará no buy box. Por isso, saber gerenciar a oferta de preço dos seus produtos é estratégico e pode elevar sua posição para o destaque, desde que você tenha uma boa percepção do negócio e saiba competir de forma responsável, com margem suficiente para manter suas atividades.

A dosagem correta entre uma margem sustentável e preços competitivos é uma necessidade de quem quer disputar o buy box. Para isso, você deve observar os seguintes fatores:

 

1) Conheça sua margem mínima por produto

Primeiramente, analise todo seu portfólio e qual a margem mínima que você precisa cobrar pelo item para custear despesas e tornar o negócio rentável. Cada produto tem uma margem específica e isso precisa ser considerado. Caso tenha muitos itens, o seller, varejista que vende nos marketplaces, poderá escolher aqueles que serão prioritários por terem mais saída, maior margem, compatibilidade com seu posicionamento, etc. Estes produtos precisam ser analisados com maior cuidado.

 

2) Monitore seus concorrentes

Conhecendo até que ponto você pode competir, agora é necessário entender seus concorrentes. Quem são as outras lojas que vendem os mesmos produtos, qual o preço cobrado por elas, quem de vocês aparece em destaque no buy box e se, dentro ou fora dele, estão com preços maiores ou menores que os demais lojistas. O monitoramento de marketplace traz um banco de dados que melhora a percepção de sua loja e dá maior sustentabilidade para a tomada de decisões.

 

3) Identifique produtos em que você é competitivo

Alguns de seus produtos terão maiores chances de disputar a posição do buy box. Como você já conhece as margens que pode trabalhar e o valor das ofertas dos concorrentes, será capaz de identificar em quais itens poderá baixar a margem para se tornar mais competitivo, mas sem comprometer o negócio. Desta forma, você pode ajustar o preço e analisar o comportamento do buy box.

 

4) Considere outros fatores

Caso você tenha o menor preço, mas o monitoramento de marketplace mostre que o produto permaneceu fora do buy box, procure analisar outros fatores como: se seu frete é alto, se o prazo de entrega é muito prolongado e como está a reputação de sua loja. Uma grande variação nestes aspectos também poderá impactar seu posicionamento, já que estes são outros critérios que também influenciam a escolha da oferta destacada.  

 

5) Não esqueça da margem

Mesmo após ganhar posicionamento no buy box, é recomendado continuar monitorando o negócio. Não apenas para o caso do concorrente aplicar alguma mudança que interfira nos resultados atuais, mas também para tentar melhorar sua margem. Se você já tem a posição principal, mas sua margem é 10% ou 15% mais barata que o segundo colocado, poderá melhorar seu preço para lucrar um pouco mais na venda e, mesmo assim, manter-se com a oferta mais barata.

Mantendo atenção a estes fatores, você poderá potencializar suas chances de ir para o buy box, de forma sustentável e mantendo margens adequadas para o negócio.


Compartilhe essa postagem

Como trabalhar o preço e potencializar suas chances de se tornar buy box

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *