limites de preço

A precificação é uma das soluções mais estratégicas para os comércios virtuais. Ela permite que um varejista acompanhe seus concorrentes e automatize algumas ações em seu próprio negócio com base no comportamento do mercado. Estar com o preço sempre x% abaixo de uma empresa ou x centavos mais cara que outra são alguns exemplos do que é possível fazer.

No entanto, o processo de precificação, em qualquer plataforma, deve ser amparado por limites de preço máximo e mínimo que o produto pode chegar. Por que? Essa medida protege o produto de sofrer quedas muito bruscas no valor, prejudicando a lucratividade e que o negócio se pague, como também ascensões absurdas que tornem o item pouco interessante para o consumidor.

Os limites de preço são uma medida de segurança que permite que a precificação cumpra sua função, mas saiba a hora de interromper suas ações automáticas com o objetivo de evitar danos à campanha.

É importante ressaltar que esse cuidado é necessário em todas as plataformas de precificação que você utilizar e, no caso da Sieve, as definições de limites de preço máximo e mínimo são fundamentais para que a precificação automatizada seja liberada. Dessa forma, a Sieve garante que nossos clientes estarão protegidos antes de começar a criar estratégias promocionais para seus produtos.

 

O que acontece quando definimos os limites de preço?

Na ferramenta de precificação, os limites servem para indicar a hora de interromper uma ação. Para  ficar mais claro, imagine a seguinte situação:

Uma loja vende e utiliza estratégias de precificação para o fone de ouvido X

Esse item é vendido por R$100,00

O valor mínimo é de R$70,00 e o máximo de R$155,00

O lojista pretende manter seu item sempre R$5,00 mais barato que o concorrente A, pois ele costuma ter os preços mais baixos da praça, embora nosso personagem fictício tenha ótimas negociações com fornecedores e consiga preços muito competitivos.

Com estes ajustes, quando o concorrente baixar o item até o valor de R$75,00, o software irá aplicar a regra de preço e reduzir o valor em R$5,00. Dessa forma, os valores podem atingir o valor mínimo de R$70,00. Já se o concorrente baixar pouco mais o valor do produto, suponhamos que para R$74,00, o sistema impede a redução do item para R$69,00, pois está fora do valor mínimo de cobrança que justifica o investimento no negócio.

 

Como você vê, estabelecer limites de preço protege o poder de negociação do lojista, garantindo ofertas compatíveis com o mercado (valor máximo) e sem prejudicar a sustentabilidade do negócio (valor mínimo).

Você já estabeleceu esse tipo de parâmetro para seus produtos? Já utiliza alguma ferramenta de precificação automatizada para te ajudar? Divida sua experiência conosco!


Entre em contato com a Sieve







Compartilhe essa postagem

Por que é importante estabelecer limites de preço para seus produtos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *