Também conhecido como preço âncora, o preço de referência é muito utilizado no mercado de varejo. 

Ele serve para trabalhar com o psicológico dos consumidores, que passam a enxergar mais valor no produto e, consequentemente, compram mais. Portanto, é uma excelente estratégia para e-commerces que desejam aumentar as vendas

Leia mais sobre o assunto abaixo!

Como funciona e quais são os benefícios do preço de referência?

Basicamente, o preço de referência é uma estratégia na qual o lojista usa como referência o modelo mais caro do produto em questão. Dessa forma, ele faz com que o consumidor ache o preço de outros itens similares muito mais atrativo.

Entenda melhor: 

Vamos supor que seu e-commerce vende celulares e o cliente ainda não decidiu qual modelo vai comprar. Então, o primeiro passo é ofertar o mais caro da loja, explicando todos os seus benefícios. Antes de fazer a compra logo de cara, muito provavelmente o cliente vai pesquisar por outras opções, com preços mais baixos.

É aqui que inicia a estratégia do preço de referência. Todos os modelos de celular que ele ver a partir daquele primeiro, vão parecer ter um valor mais acessível e justo, mesmo que tenham menos diferenciais. Afinal, sua referência será o preço “ancorado” do melhor aparelho. 

O resultado disso é o aumento não apenas da taxa de conversão, como também do faturamento da loja!

Quais outras estratégias de precificação ajudam a aumentar a taxa de vendas?

Apesar de muito eficaz, o preço de referência não é a única estratégia de precificação que ajuda a alavancar as vendas. Listamos duas abaixo:

99 centavos

Já reparou que muitos vendedores investem na estratégia dos 99 centavos? Isso acontece porque já é comprovado que os consumidores tendem a preferir os centavos quebrados a valores arredondados. 

A justificativa é que, por mais que um centavo não faça diferença, o cliente tem a impressão de que está pagando menos pelo produto.

Pagamento parcelado

A possibilidade de parcelar o produto também é uma excelente alternativa. Assim como na estratégia dos 99 centavos, o parcelamento dá ao cliente a percepção de que o preço do item está abaixo do que realmente custa. Na prática, é mais fácil o cliente comprar um produto de “10x de R$ 99” do que um de “R$ 990”.

O que achou? Que tal começar a investir hoje mesmo na estratégia do preço de referência? Continue acompanhando o blog da Sieve para mais conteúdos relacionados ao universo da precificação no mundo digital!

Leia também:

Por que o controle de preços nos marketplaces influencia no buy box?

Passo a passo para empreender com um e-commerce de sucesso

Preços atrativos: 3 dicas para vender mais em datas comemorativas

Compartilhe essa postagem

Já ouviu falar em preço de referência? Saiba mais sobre a estratégia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *