Por que o branding na indústria deve virar rotina?

post_blog_sieve_julho_4_monitorar_seus_produtos

Quando Steve Jobs redefiniu o mercado de smartphones com a criação da empresa que ele trabalhava, a Apple, o iPhone, lançado em 2007, ele mudou também a forma como as fabricantes começaram a lidar com a construção de suas marcas, o chamado branding. O papel da marca revendedora era compreendido pelas indústrias e elas entendiam mais profundamente que investir no próprio branding era algo importante para elas e seu engajamento com o consumidor final.

Com a digitalização de muitas relações comerciais, uma coisa fica ainda mais clara: é preciso sim que a indústria comece a pensar em como será a construção de sua imagem, virtualmente, pois essa relação a aproxima do consumidor e é determinante na hora do cliente final optar pelo seu produto e não pelo de um concorrente.

Fabricantes passam a entender que devem ser mais “parceiras” de revendedores e ajudar a criar a necessidade por aquele produto, e isso é feito por meio do branding na indústria.

Continuar leitura

07 coisas que varejistas podem fazer com o sistema da Sieve

post_blog_sieve_julho_1_importancia_do_branding

Precificação automática é ótimo, claro, tanto que achamos relevante ressaltar que isso é sim um dos itens que os varejistas podem fazer com o sistema da Sieve. Mas, o sistema não para por aí não: ele é um recurso bem completo e que abrange diversas funcionalidades. Isso, claro, além dele permitir uma espécie de poder de “visão além do alcance” do próprio negócio, dos concorrentes e do setor.

Quer entender mais sobre o que é possível fazer com o sistema da Sieve? Então se ajeite na cadeira giratória e confira:

Continuar leitura

3 estratégias que a industria pode adotar com o software da Sieve

O Software de inteligência de preço da Sieve possibilita que a indústria tenha uma análise completa do comportamento de seus produtos e da concorrência em diferentes lojas virtuais. Mas se você ainda tem dúvidas sobre como a Sieve pode contribuir com seu negócio, listamos três estratégias que podem ser adotadas com a utilização desse software.

1 – Identificar lojas virtuais que “furam” preço e pautar o relacionamento com os lojistas com base nesses dados

Imagem 1

Ao analisar o gráfico acima, é possível identificar um comportamento comum no e-commerce: a faixa em azul está indicado os limites de preço que devem ser adotados segundo recomendações  da fabricante.

Continuar leitura

Por que manter uma unidade na descrição dos produtos?

Um desafio comum para a indústria é o de unificar a visibilidade de seus produtos, uma vez que a divulgação poderá ser repassada por equipes externas de marketing, de varejistas e toda ordem de revendedores de seus produtos.

Isso pode acabar criando algumas  alterações na exibição do nome dos produtos, em suas imagens e descrições e resultar em uma variação na forma como a fabricante pretende se posicionar.

Manter uma identidade única na forma como o nome, imagem e descrição do produto serão exibidos para o consumidor final é algo que ajuda a manter uma comunicação mais eficiente da fabricante e também a gerar valor para o produto e o que ele representa. Ajuda, enfim, a indústria a não ser uma mera fabricante, mas uma gestora capaz de se posicionar com o que oferece e garantir qualidade nos processos mesmo depois que o produto sai de suas mãos.

As descrições dos produtos têm ainda o papel de fixar relevância para a marca a partir de determinadas palavras-chave que acionam os produtos e posicionam a marca naquele segmento.

Quando a marca consegue padronizar estes termos, o produto se torna mais relevante para todo o segmento, uma vez que diferentes lojas estejam rankeando melhor para aquele produto – quer seja uma marca de bebida, um smartphone ou as diferentes ofertas que uma indústria pode proporcionar.

É por esse motivo que as indústrias se beneficiam muito quando contam com a ferramenta de gestão da Sieve: um módulo específico onde é possível fazer a comparação destes elementos. No caso das descrições, a indústria poderá definir uma sugestão de palavras-chave que devem servir como “gabarito”, de forma que os varejistas sejam orientados a usá-lo na descrição para cada produto.

Quando isso ocorre, nosso robô rastreia as lojas que vendem o produto e faz uma avaliação automaticamente, algumas vezes ao dia, e verifica se a descrição tem sido cadastrada da forma correta por estes lojistas, se eles estão utilizando todos os termos que a indústria deseja exibir na descrição.

A indústria pode sempre consultar informações completas sobre isso, com gráficos, números e informações detalhadas e integradas na Sieve.

O módulo Comparador de Descrições é onde estará um gráfico de pizza e uma lista de lojas com a quantidade produtos ofertados pela indústria em cada uma dessas lojas. Fora isso, é possível ver quantos produtos estão descritos corretamente, seguindo o gabarito, e quantos estão errados.

Pelo gráfico de pizza, temos uma visão geral do status da descrição em todas as lojas e, pela lista, vemos individualmente cada loja e a quantidade de acertos e erros que ela cometeu nas descrições.

imagem1

Ao clicar tanto nos itens da lista como em áreas do gráfico de pizza, isso irá abrir um recurso onde será possível acompanhar mais detalhes da lista. Ali, poderemos ver o nome, o código, os acertos e erros na descrição do produto, o link e um ambiente para maior detalhamento (um ícone na forma de um olho). Clicar neste ícone abrirá uma janela com a descrição exata que foi usada pela loja e, embaixo, todos os termos definidos pela indústria e que devem funcionar como gabarito: os que foram usados ficam em verde e, os demais (não usados), em vermelho.

Imagem2

A indústria também poderá fazer as correções que achar necessárias, marcando um termo como certo ou errado. E, fora isso, o módulo permite edições no gabarito da descrição, a qualquer momento, e que podem ser feitas pela própria indústria. Claro que essa alteração não deve ser feita obrigatoriamente pela indústria: clientes que preferirem podem solicitar que essa alteração seja feita pela equipe da Sieve.

A Sieve é uma excelente ferramenta para o ganho de controle e agilidade, para ampliar a percepção e conversão de venda e também para melhorar o marketing da indústria e de seus produtos – inclusive com a possibilidade de emissão de relatórios e obtenção de estatísticas que podem ser debatidas internamente e reformuladas.

O comparador de descrição é apenas uma pequena parte de tudo que a Sieve é capaz de fazer para ajudar as indústrias. Por isso, quem desejar entender melhor as funcionalidades desse comparador ou mesmo de outros dos vários módulos da Sieve, poderá contar sempre com o espaço Aprenda Sieve que traz uma porção de dicas práticas que auxiliam no entendimento e uso da ferramenta ou entrar em contato com a nossa equipe. 

contato@sieve.com.br

 

Como montar relatório de precificação da concorrência

Sievesss

Tão importante quanto analisar seu próprio negócio é olhar para concorrência e observar como ela tem se posicionado em relação aos preços dos produtos que sua loja virtual também oferece. Essa informação é essencial para definir a estratégia de precificação do  e-commerce.

A gente sabe que conseguir essas informações e analisá-las não é uma tarefa tão fácil em um cenário no qual a equipe comercial e equipe de marketing são cada vez mais reduzidas. Para te ajudar a fazer essas análises de forma estratégica e transformá-las em insights para seu negócio, existem algumas soluções tecnológicas que auxiliam com essa gestão. Mas não adianta ter uma ferramenta “potente” se suas estratégias não estiverem alinhadas. Abaixo, nossa equipe separou algumas dicas sobre como elaborar uma estratégia de precificação realmente efetiva para a sua empresa.

Preço mínimo e máximo praticados no mercado

Esse tipo de informação permite identificar em qual cenário sua loja se encontra e como você pode explorar sua margem (para cima ou para baixo) para potencializar suas vendas. É sempre importante salientar que o menor preço não necessariamente é o melhor preço. O melhor preço é aquele que não queima a margem por estar muito baixo e também não perde a venda por estar muito alto – analisando a concorrência, é possível encontrar a sua margem ideal. Esse tipo de informação pode te auxiliar a negociar com os fornecedores, já que você terá dados de mercado para sustentar que merece ter um tabela diferente. Imagine-se em uma negociação, todos os concorrentes estão queimando o preço sugerido pelo fabricante, para mais ou para menos, e você tem a única loja virtual com preço “correto”. Esse tipo de informação pode ser fundamental para conseguir melhores negociaçoes.

Frete e prazo de entrega

O preço do frete é um fator decisivo na hora da compra e o prazo de entrega também. Saber esse valor pode alterar no valor do produto. Portanto, é de extrema importância, assim como o preço final, identificar o preço cobrado e o tempo médio de entrega das lojas concorrentes.

Indisponibilidade do produto em seu concorrente

O cliente entra em um site concorrente e não encontra o produto que você tem disponível em sua loja. Esse cenário permite que você desenvolva ações estratégicas, focadas nesse público. Por isso, é importante estar de olho na ruptura de determinados itens comercializados em seu concorrente e oferecer condições especiais.

Como identificar esses pontos?

Existe a possibilidade de analisar manualmente todos esses pontos caso uma única pessoa fique dedicada a monitorar várias lojas virtuais. Dependendo do número de lojas, é necessária a contratação de mais de uma pessoa e, apesar de eles estarem analisando esses dados, o relatório pode não ser preciso, estando sujeito a erros humanos.

Por isso, existem softwares que auxiliam na análise de todos os tópicos apresentados nesse artigo. A Sieve fornece esse serviço de monitoramento, analisando o preço da concorrência e a disponibilidade do produto.

Na ferramenta, ficam disponíveis os preços dos concorrentes que o lojista seleciona para monitorar. Além do gráfico com o histórico de preços, você sabe a última hora que o concorrente atualizou seus preços e a plataforma também gera um relatório que apresenta qual loja está em vantagem em relação aos produtos.

A partir dos dados recolhidos, a Sieve desenvolve relatórios de inteligência de mercado por segmento, relatório de pricing, relatório customizado para dar suporte estratégico para seus clientes e alinha com eles a criação e desenvolvimento de relatórios para a otimização de tempo e recursos..

O que fazer com esses relatórios e análises?

Com essas informações é possível traçar novas estratégias de precificação. Essas consistem em uma adequação entre a rentabilidade que você deseja e o preço que o mercado está disposto a pagar. A partir do momento que você conhece o método de precificação da concorrência, pode estabelecer uma métrica definindo por quanto deseja vender o seu produto.
Fazer isso manualmente é, no mínimo, muito trabalhoso. Por isso, a Sieve automatiza esse processo para você. Quando determinado, o software realiza atualizações desse tipo para você. Veja qual a melhor estratégia de precificação para o seu site aqui nesse artigo.



Copiar