Novidade no Portal Sieve Seller

03013

A Sieve trabalha sempre focada em tornar a experiência de seu consumidor mais inteligente e assertiva, permitindo que os dados sejam apresentados de forma estratégica e simples, para tornar as tomadas de decisões mais rápidas e estratégicas.

Continuar leitura

Comentar! Posted in Destaques, Novidades do portal | Tagged , ,

07 coisas que varejistas podem fazer com o sistema da Sieve

post_blog_sieve_julho_1_importancia_do_branding

Precificação automática é ótimo, claro, tanto que achamos relevante ressaltar que isso é sim um dos itens que os varejistas podem fazer com o sistema da Sieve. Mas, o sistema não para por aí não: ele é um recurso bem completo e que abrange diversas funcionalidades. Isso, claro, além dele permitir uma espécie de poder de “visão além do alcance” do próprio negócio, dos concorrentes e do setor.

Quer entender mais sobre o que é possível fazer com o sistema da Sieve? Então se ajeite na cadeira giratória e confira:

Continuar leitura

3 estratégias que a industria pode adotar com o software da Sieve

O Software de inteligência de preço da Sieve possibilita que a indústria tenha uma análise completa do comportamento de seus produtos e da concorrência em diferentes lojas virtuais. Mas se você ainda tem dúvidas sobre como a Sieve pode contribuir com seu negócio, listamos três estratégias que podem ser adotadas com a utilização desse software.

1 – Identificar lojas virtuais que “furam” preço e pautar o relacionamento com os lojistas com base nesses dados

Imagem 1

Ao analisar o gráfico acima, é possível identificar um comportamento comum no e-commerce: a faixa em azul está indicado os limites de preço que devem ser adotados segundo recomendações  da fabricante.

Continuar leitura

Como ocorre o matching da Sieve?

matching_pairs-resized-600

A Sieve oferece à indústria uma série de possibilidades para a análise do comportamento de seus produtos em lojas virtuais. Com essas informações, é possível, dentre outras coisas, entender como as lojas costumam apresentar a descrição e nome do produto, comparando se elas seguem as recomendações da fabricante. Também é possível monitorar quem tem precificado fora da faixa definida como ideal, o chamado furo de preço.

Entretanto, para que você tenha dados estratégicos e consiga tirar proveito da ferramenta, é preciso que o matching funcione. Aqui é que a Sieve se destaca, já que um dos seus maiores diferenciais com relação à concorrência é justamente o seu processo de matching, que oferece a maior taxa de assertividade do mercado.

Mas, você sabe como ocorre o matching da Sieve?

Nesse post, vamos explicar como nosso sistema confirma as informações inseridas pelo fabricante e entrega as análises mais assertivas do mercado.

O que é matching?

A tradução de matching é justamente: correspondente / equivalente. Nele, dois itens, objetos ou pessoas são comparados para identificar se têm perfis ou outras semelhanças que os tornem parecidos dentro de determinados parâmetros. No caso da Sieve, o matching é o processo de buscar a URL correspondente a um produto nas lojas virtuais que serão analisadas. Ele é o início do processo. Essa conferência é necessária para evitar falhas com o robô que vai coletar as informações diariamente.

Como funciona o cadastro do produto?

Para o cadastro, precisam ser levantadas informações básicas do produto, como nome, características e imagem. Essas informações contribuem para que seja feita a checagem dos itens, para, como já dissemos, evitar que sejam feitas análises com parâmetros errados. Uma forma de tornar isso mais fácil é por meio do código EAN (Número de Artigo Internacional), um código de barras de 13 dígitos utilizado em todo mundo para descrever os produtos de forma padronizada. O EAN só não é adotado no Canadá e na Europa, onde se utiliza o código UPC, de 12 dígitos.

A utilização do EAN facilita inclusive a identificação de produtos que são da mesma linha e modelo, mas com características diferentes – celulares com memória de 8 e 16 GB, por exemplo. Embora existam sites que optem pela utilização de diferentes URLs nesses casos, alguns ainda não diferem a URL, criando apenas a opção de escolha. Por isso, o matching da Sieve precisa ser feito de forma personalizada para maior assertividade dos produtos.  Essa personalização também é necessária em cenários em que a loja também não realiza o cadastro do EAD. Por isso, é importante analisar essas variáveis e, com isso, não impactar na forma como os dados são apresentados.

Validação de matching pela indústria

O matching é realizado por um processo que envolve algoritmos, softwares e diferentes áreas da Sieve, e que contribui para a apresentação de resultados mais assertivos. Para garantir a lisura desse processo e torná-lo mais transparente, existe a possibilidade do próprio fabricante fazer a conferência. Para isso, ele precisa acessar o módulo “Análises” e clicar sobre o produto que pretende fazer a checagem. Será possível clicar em todos os links que estão sendo monitorados e saber se as descrições batem com as características que precisam ser monitoradas.

Para aprender mais sobre os serviços da Sieve e entender como tirar melhor proveito da ferramenta, basta acessar o Aprenda Sieve, uma plataforma criada para que os profissionais que utilizam o sistema da empresa possam se aprofundar e tirar o máximo proveito das funções da ferramenta.

Programando alertas no sistema da Sieve

Clique nas imagens para ver melhor 🙂

Acompanhar o comportamento da concorrência é importante para todos os perfis de negócio. Trata-se de uma atividade estratégica para entender como se comporta o mercado e, assim, tomar ações para aproveitar todas as oportunidades que surgirem.

Pensando nisso – e sabendo da necessidade dos lojistas – a Sieve desenvolveu um módulo que permite receber alertas sobre o comportamento de seus produtos e da concorrência. O processo é bem simples: basta acessar a ferramenta Sieve e clicar sobre a Aba Alertas, conforme exemplo abaixo:

Imagem 1

Após selecionar “Gerenciamento” é preciso clicar sobre o botão “mais” localizado no canto direito superior (imagem abaixo).

Imagem 2

O usuário será direcionado à seguinte tela:

Imagem 3

No painel acima, é possível definir quais os critérios utilizados para que o varejo receba alertas. Abaixo descrevemos cada um dos critérios:

Status Anterior e Status Atual: o lojista vai identificar o comportamento do produto dentro de um determinado padrão. Por exemplo, ele quer saber em quais produtos estava perdendo no preço (status anterior) e que está ganhando (status atual). Nesse caso, sempre que o produto que ele tinha o maior preço estiver sendo vendido por um preço menor, será enviado a ele um alerta. Também é possível inverter a ordem desses critérios ou utilizar outros, conforme lista abaixo:

  • Ganhando
  • Empatando
  • Perdendo
  • Único disponível
  • Sem concorrentes
  • Indisponível
  • Não tenho
  • Removido
  • Processando

Valor de referência: nesse caso, você precisa definir se quer monitorar o preço parcelado ou o valor à vista.

Destinatário: quais os e-mails que irão receber as notificações. Vale destacar que podem ser criados diferentes alertas, que podem ser recebidos por pessoas diferentes.

Produtos: são escolhidos os grupos de produtos que devem fazer parte dessa análise. É possível receber alertas por categoria, marca ou outros perfis personalizados.

Agora que você já sabe como criar uma alerta sobre o comportamento de seus preços comparados aos da concorrência, que tal aprender sobre todas as análises que a Sieve pode proporcionar ao seu negócio?  Para isso, basta acessar o Aprenda Sieve.

O Aprenda é uma plataforma desenvolvida para que os profissionais que utilizam o sistema da Sieve possam tirar o máximo proveito ao utilizá-la.



Copiar